A poesia sempre intensa de Wanda Alves é presente para todos nós. Assim esta antologia poética complementada por novos poemas brinda nossa alma e nosso intelecto com o que já de mais pungente e instigante em matéria de poesia brasileira. Ela se atira “Sem Rede de Proteção” com a coragem de sempre, percorrendo situações e sentimentos visitados e revisitados, mas nem sempre explicitados: a delicadeza dos versos, a sensualidade da escrita, a lucidez do pensamento estão finalmente juntos neste livro que um marco na carreira poética da escritora. Sua matéria prima-prima é o sentir, seu e do outro Mergulhar em sua poesia é mergulhar em nossos próprios sentimentos capturados em sua complexidade e expressos com clareza, vitalidade equilíbrio, paixão e sonoridade. Esta é a habilidade do poeta: decifrar, sintetiza e mudar o código de pensamento, situações e sentimentos. A coragem, marca registrada tanto da poetisa quanto da mulher, fica evidente nessa exposição sem medo, em que todas as emoções são tocadas e dissecadas. Não há como não se deliciar com este passeio pelos poemas de Wanda, emoções do começo ao fim.

Editora

“A Nova Poesia nasce, com sua beleza, sua opulência e sua função: arrebatar nossos sentimentos mais ocultos e complexos. Wanda nos presenteia com a emoção requintada e ao mesmo tempo primitiva, selvagem, a emoção das paixões ferozes. Também nos captura pela profunda delicadeza que nos leva irremediavelmente à reflexão. Wanda Alves é uma leitora de alma! Citando Fernando Pessoa, “o poeta é um fingidor…”. Quando escreve na primeira pessoa, é outra voz que diz algo para nós e sobre nós. Não é apenas de si mesma que ela está falando. É um truque, uma magia que usa, por meio das palavras, para embarcarmos na sua emoção e não nos darmos conta de que somos nós que estamos lá. Sua poesia é instigante, genial e transformadora.”

Jamille M. Vox

Siga minha Fanpage

Produto Recomendado