Gemido Íntimo

É o primeiro livro de Wanda Alves, o início de uma jornada que começa muito cedo e que ela acaba abraçando como um trabalho profissional. “Se eu quisesse caracterizar a Escola de pintura a que, sem procurá-la, filiou-se Wanda Alves, tentaria vivenciar as imagens, a neblina inconsistente, as fadas, os fantasmas, de todas as horas em que Wanda escreve – não escreve – pinta! As sombras claro-escuro da corrente Impressionista. É uma poesia pura, abstrata, indefinida, em que o verso é apenas o esporádico e, ao mesmo tempo, evocativa e perscrutadora de um mundo interior que se oferece e se nega ao mesmo tempo ao nosso contato e convívio. São as aspirações como os quadros de Monet, enamorados com a “paixão da luz”, ou as telas de Renoir com os “luares crepusculares” ou os “noturnos” que acendem a melancolia dos convites da noite para visões fantasmagóricas Por tudo isso, tu leitor amigo, vais amar a solidão de Wanda e terás o presente régio de seus poemas-vida. Irás amar essa alma que cultiva o claro-escuro da solidão, mesmo quando busca a sua companhia, e quando, mesmo sem o querer sem o saber, nos impressiona tanto e tão profundamente.”

Clóvis Natalini de Oliveira (in memorian)

Siga minha Fanpage

Produto Recomendado